quarta-feira, 17 de junho de 2015

James

Saindo da rotina.
Hoje resolvi contar por quem meus ouvidos clamam. 
O nome dele é James Keogh, mais conhecido como Vance Joy.
Ele escolheu esse nome do livro "Bliss" do Peter Carey, o personagem é um contador de histórias.
Compartilhar um dos músicos que eu mais gosto é dividir um pouco de quem eu sou, por que o que você escuta é o que você é. hahahaha eu li isso em algum lugar e achei interessante. 
 Bom, na maioria das suas músicas ele fala de um amor que ele teve, as dificuldades que eles passaram, as hesitações, a forma como ele se sente sobre esse alguém; Mas também fala de comportamentos que ele teve e como talvez a pessoa que ele ama não entenda, mas ele tenta protege-la assim mesmo; fala de como ele a vê, como ela o faz se sentir; as dores que sentiu por ver que seu amor não era valorizado; o sentimento de não saber quem ele é, mas que precisa dela para poder descobrir; em outras letras, ele questiona ela do por que ela ainda estar com ele, sendo que ele não merece ela; uma outra, ele conta que as vezes abrimos mãos do nosso verdadeiro amor devido as consequências que isso podem gerar; depois, ele fala de como ele da o melhor de si para satisfazer o amor dele; há uma outra, em que fala de alguém que já se foi e como ele sente saudades; a esperança que ele tem de recuperar o amor da vida dele; conta do que ele sempre quis ser e como ele não quer decepcionar ninguém e infinitas letras de intensos sentimentos. 
Eu gosto do som da voz dele, é como receber um abraço. A voz dele tem um tom suave e ele parece cantar com sinceridade. 
Eu gosto das letras dele por que ao mesmo tempo que são intensas e com temas 'cheesy', o ritmo é animado, que você quer cantar até você não ter mais voz.
Bom, talvez você possa não gostar, mas com certeza deveria experimentar. E se for, escute Riptide, é um ótimo começo. 
PS: Eu chamo essa música como metáfora do amor, a musica inteira entre linhas para se divertir e ver como o amor é na verdade confuso. Mas é como dizem ... "A vida é como um filme do David Lynch, você não entende o que esta acontecendo, mas na maior parte do tempo você esta aproveitando" Isso também se aplica ao amor. 

terça-feira, 9 de junho de 2015

Saudade

Você começa a realmente entender o significado dessa palavra quando você tem que crescer.
Em um ano de tantas mudanças na minha vida, pela primeira vez eu não senti ansiedade e desespero, mas saudade.
Um sentimento novo? Não, imagina impossível achar alguém que nunca tenha sentido.
Mas eu to falando de uma saudade constante, que não te dói, mas te arranca sorriso por lembrar da época tão boa que não volta mais, daquela pessoa que você via todos os dias, de como você via as coisas naquela época.
Morando longe de casa, com pessoas totalmente diferentes de você, em uma cidade com outro ritmo da sua antiga e você ta lá, responsável pelo seu próprio nariz.
Todo dia eu agradeço por estar onde estou e estar no caminho certo para onde eu quero chegar ... quanto a saudade, bem alguns dias são mais difíceis que outros.
Tem esse trecho que eu ali em algum lugar em que ele diz assim: "O que eu faço com a saudade? Tem dia que eu faço besteira, tem dia que eu faço caipirinha. Depende muito ... Hoje, eu fiz brigadeiro." Quando eu li, não podia me identificar mais. De fato, tem dias que de tanta saudade acabo pensando em desistir e voltar pro meu porto seguro; há outros em que ela é forte, que adormece os músculos e aqueles dias em que ela é doce, gostosa, você se sente bem por que você teve algo especial, mas tão especial que é difícil ter que ficar longe.
Mas é, depende muito .. depende de como a saudade vai bater na minha porta e ir me atravessando.

sábado, 30 de maio de 2015

Eu amo você quando você esta cantando essa música

"Sabe quando você acorda naquele dia bem frio e sua cama esta muito gostosa e você diz 'De jeito nenhum!! Não to pronto pra isso'? É como eu estou me sentindo agora ..
Ontem você me contou que ia embora.
Eu queria poder ter dito coisas melhores do que "Não, não, não, não to acreditando!". Mas, como você sabe eu sou melhor escrevendo do que falando ..
Eu resolvi escrever essa carta, pra te entregar no dia em que eu teria que realmente dizer adeus .. Mas esse adeus não significa para sempre. Significa eu vou sentir a sua falta até a gente se ver de novo!
Obrigada por ter me proporcionado as melhores risadas, momentos deliciosos ao seu lado, você é muito querido, sua energia é contagiante e com certeza vou sentir falta disso ...
É impossível ouvir Riptide sem lembrar de você, agora mesmo estou ouvindo e ta impossivel não chorar, mas não é de tristeza, é por que a gente tem sorte de ter algo por você que seja tão dificil de dizer adeus ..
Não quero que essa carta seja triste nem nada,
Só quero que você saiba o quanto eu, os meninos, todos vamos sentir a sua falta.
Mas eu to muito feliz ao mesmo tempo por que é uma oportunidade ótima pro seu pai e sua família, é como eu falei pra você, as vezes a gente tem que abrir mão de algumas coisas para se ter outras.
Mas vai na fé, que quando você voltar, a gente vai estar aqui te esperando com um sorriso no rosto e de braços abertos pra te dar aquele abraço!
Com muito amor, aperto no coração, sinceridade,
Mari.
I love you when you're singing that song.
PS: Volta logo, a gente ainda vai cantar muito juntos. "

Essa é a carta que eu escrevi para um grande amigo que teve que se mudar para tão longe de mim.